terça-feira, 9 de junho de 2009

Emprego na indústria brasileira cai pelo 7º mês consecutivo

De acordo com a Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário, divulgada nesta segunda-feira (08) pelo IBGE, o emprego industrial no Brasil caiu 0,7% de março para abril (série com ajuste sazonal), marcando o 7º decréscimo consecutivo do indicador.

Além disso, na relação entre abril de 2009 e abril de 2008, o emprego industrial caiu 5,6%, a maior queda desde o início da série histórica. Na comparação entre o total acumulado de janeiro a abril de 2009 com o mesmo período de 2008, o emprego na indústria brasileira recuou 4,4%.

A pesquisa também mostrou que a folha de pagamento real do trabalhador industrial no país caiu 0,2% de março para abril (série com ajuste sazonal). Na comparação entre abril de 2009 e abril de 2008, houve queda de 1,8% e o total acumulado no ano de 2009até abril sofreu um recuo de 0,5% em relação à igual período de 2008.

Fonte: Macro Visão - Ciesp- 08.06.09

Emprego na indústria brasileira cai pelo 7º mês consecutivo

De acordo com a Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário, divulgada nesta segunda-feira (08) pelo IBGE, o emprego industrial no Brasil caiu 0,7% de março para abril (série com ajuste sazonal), marcando o 7º decréscimo consecutivo do indicador.

Além disso, na relação entre abril de 2009 e abril de 2008, o emprego industrial caiu 5,6%, a maior queda desde o início da série histórica. Na comparação entre o total acumulado de janeiro a abril de 2009 com o mesmo período de 2008, o emprego na indústria brasileira recuou 4,4%.

A pesquisa também mostrou que a folha de pagamento real do trabalhador industrial no país caiu 0,2% de março para abril (série com ajuste sazonal). Na comparação entre abril de 2009 e abril de 2008, houve queda de 1,8% e o total acumulado no ano de 2009até abril sofreu um recuo de 0,5% em relação à igual período de 2008.

Fonte: Macro Visão - Ciesp- 08.06.09